Portuguese flagItalian flagEnglish flagGerman flagSpanish flag                                           

O jeito deles

Pessoal,

Que vocês tenham o primeiro, segundo e terceiro melhor Dia dos Namorados de suas vidas. Deixo aqui, em comemoração a esta data, um texto da Martha Medeiros (escritora, poeta e perspicaz de plantão, que vocês já devem ter notado que adoro).

” O que é que faz a gente se apaixonar por alguém? Mistério misterioso. Não é só porque ele é esportista, não é só porque ela é linda, pois há esportistas sem cérebro e lindas idem, e você, que tem um, não vai querer saber de descerebrados. Mas também não basta ser inteligente, por mais que a inteligência esteja bem cotada no mercado. Tem que ser  inteligente e… algo mais. O que é este algo mais? Mistério decifrado: é o jeito.

A gente se apaixona pelo jeito da pessoa. Não é porque ele cita Camões, não é porque ela tem olhos azuis: é o jeito dele de dizer versos em voz alta como se ele mesmo os tivesse escrito pra nós; é o jeito dela de piscar demorado seus lindos olhos azuis, como se estivesse em câmera lenta.
O jeito de caminhar. O jeito de usar a camisa pra fora das calças. O jeito de passar a mão no cabelo. O jeito de suspirar no final das frases. O jeito de beijar. O jeito de sorrir. Vá tentar explicar isso.
Pelo meu primeiro namorado, me apaixonei porque ele tinha um jeito de estar nas festas parecendo que não estava, era como se só eu o estivesse enxergando. O segundo namorado me fisgou porque tinha um jeito de morder palitos de fósforo que me deixava louca – ok, pode rir. Ele era um cara sofisticado, e por isso mesmo eu vibrava quando baixava nele um caminhoneiro. O terceiro namorado tinha um jeito de olhar que parecia que despia a gente: não as roupas da gente, mas a alma da gente. Logo vi que eu jamais conseguiria esconder algum segredo dele, era como se ele me conhecesse antes mesmo de eu nascer. Por precaução, resolvi casar com o sujeito e mantê-lo por perto.
E teve aqueles que não viraram namorados também por causa do jeito: do jeito vulgar de falar, do jeito de rir – sempre alto demais e por coisas totalmente sem graça –, do jeito rude de tratar os garçons, do jeito mauricinho de se vestir: nunca um desleixo, sempre engomado e perfumado, até na beira da praia. Nenhum defeito nisso. Pode até ser que eu tenha perdido os caras mais sensacionais do universo.
Mas o cara mais sensacional do universo e a mulher mais fantástica do planeta nunca irão conquistar você, a não ser que tenham um jeito de ser que você não consiga explicar. Porque esses jeitos que nos encantam não se explicam mesmo.”

Desejo que vocês tenham a quem amar e quando estiverem bem cansados…ainda exista amor para recomeçar! Parafraseando.

Dani

 

PS – Ao Ro, meu marido, que tem um jeito de me enxergar, me compreender e ainda, relevar. Ao meu melhor amigo, com todo o meu amor.

Mais sobre essa coisinha complicada: o amor? Sua felicidade depende de você , 5 sinais que você está em uma relação: “Beco-sem-saída” , E agora? O amor acabou! , Dicas para os pais que estão em processo de divórcio

Fonte de imagem: http://imgfave.com/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

12 Comentários

  1. Oi Dani!
    Engraçado é que o jeito do cara que a gente escolhe, ninguém mais tem (pelo menos aos nossos olhos)…
    Lindo texto!
    Bjo!

  2. Coisa mais linda!!! =}
    Fiquei aqui pensando sobre qual é o jeito que meu namorado tem que me conquistou… rsrsrs

    Que texto lindo!

  3. Raquel says:

    Dani ótimo texto.
    É realmente é o jeito que conquista a gente.
    Um ótimo dia dos namorados pra vc e seu esposo.
    Beijinhos

  4. Fernanda Dério Kubota says:

    Lindo texto Dani,
    To aqui pensando qual é o ‘jeito’ do meu maridinho…mas como diz o texto,nao tem muita explicaçao,o mais importante é que me conquistou…vou te amar por toda eternidade Fernando…
    Bjosss

    • Opinião SA says:

      Fe,

      Seu marido chama Fernando???
      Nossa, almas destinadas desde o nascimento!

      Feliz Dia dos Namorados para vocês. Uma delícia ver amor assim…
      Bjs
      Dani

  5. Rodrigo Matiello says:

    Amor, meu grande amor, que seja o último e o primeiro…

    Obrigado pelo seu jeito ter me conquistado…
    Adoro nossa vida juntos, agora a três.

    Te amo!

  6. Fernanda Dério Kubota says:

    Pois é Dani,
    Fernanda e Fernando,viu só, combinamos até nos nomes,rsrsrrs…obrigadinha e tudo de bommm pra vc e seu maridinho também,bjossss…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *